Redação

mulheres

Mulheres lutam para aumentar espaço na política – Foto: Banda B

Curitiba recebeu na manhã desta sexta-feira (6) a 12ª reunião do movimento “Mais Mulheres na Política”. A iniciativa é da Procuradoria Especial da Mulher do Senado e da Secretaria de Mulheres da Câmara dos Deputados, e prevê que todos os estados brasileiros realizem audiências públicas ressaltando a importância da participação das mulheres nos espaços de poder.

O crescimento da participação das mulheres nos parlamentos brasileiros tem se dado por um processo lento e gradual. As mulheres são a maioria da população, mas a baixa representatividade numérica nas instâncias decisórias da política enfrenta discriminação e resistência.

O evento, que acontece em Curitiba, tem o objetivo de apoiar a aprovação da PEC 134/2015, que estabelece reserva mínima de vagas para as mulheres nas próximas três legislaturas, começando com 10% do total de cadeiras, ampliando para 12% e, por fim, para 16%, na terceira eleição após a aprovação da matéria.

gleisi-vanessa

Gleisi Hoffmann e Vanessa Graziotin

“É importante conscientizarmos homens e mulheres que temos que mudar o sistema político brasileiro”, comenta a senadora Gleisi Hoffmann. “As mulheres têm que ter uma representação maior nos legislativos e como está, sem ter uma cota de cadeiras, nós não vamos conseguir isso no médio prazo. Isso vai prejudicar toda a democracia”, complementa.

O ato contou com a presença da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), procuradora da Mulher do Senado, que esclareceu a estratégia das senadoras e deputadas em favor do equilíbrio na representação entre os gêneros na política. “Estamos em um momento muito favorável de apoio à PEC da Mulher, já aprovada em dois turnos pelo plenário do Senado e que já foi encaminhada à Câmara dos Deputados”.

O evento tem o apoio da senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR), das deputadas federais Christiane Yared (PTN/PR) e Leandre Dal Ponte (PV/PR), da Secretaria da Mulher de Curitiba, do Fórum Popular de Mulheres e do deputado estadual Professor Lemos (PT). Participaram também a vice-governadora Cida Borghetti (PP), além de deputadas estaduais.

Participação
De acordo com a Procuradoria da Mulher do Senado, a média de mulheres nas casas legislativas é de 10% no Senado, na Câmara dos Deputados, nas assembleias legislativas e câmaras de vereadores, apesar de elas serem cerca de 52% do eleitorado e 40% da força produtiva nacional.
No Paraná, a média segue a nacional: somente 38 mulheres ocupam o cargo mais alto do executivo nas cidades e 451 são vereadoras. A bancada federal é composta por 33 deputados e senadores, dois quais apenas 3 são mulheres.