Da CMC

Com 59 sessões ordinárias e cinco extraordinárias realizadas no primeiro semestre da legislatura, a Câmara Municipal de Curitiba teve 93,38% de frequência em plenário. Se consideradas as justificativas, o índice foi de 99,34%. Os vereadores aprovaram 68 projetos de lei, dos 402 apresentados, e também deliberaram sobre quatro vetos (três foram mantidos e um rejeitado) e 12 mensagens do prefeito, das 25 protocoladas.

“Não tivemos nenhuma sessão ou votação interrompida pela falta de quórum, mesmo nas extraordinárias. O alto índice de frequência deve-se à renovação de quase 50% e também à realização da primeira e da segunda chamadas”, avalia o presidente do Legislativo, Paulo Salamuni (PV). Dos 38 vereadores, sete compareceram a todas as sessões. Cacá Pereira (PSDC), Colpani (PSB), Cristiano Santos (PV), Dona Lourdes (PSB), Serginho do Posto (PSDB), Tico Kuzma (PSB) e Valdemir Soares (PRB) não registraram faltas ou ausências justificadas.

Salamuni também destaca a alta participação dos parlamentares nas comissões permanentes e especiais, onde o balanço semestral aponta 89 reuniões, frequência de 87,6% e 411 pareces a proposições em trâmite. Destes, 287 foram apresentados pelo colegiado de Legislação, Justiça e Redação, responsável pelo arquivamento de 44 projetos.