Os vereadores de Curitiba aprovaram na manhã desta quarta-feira (20), em primeira discussão, o reajuste de 6,77% aos 35 mil servidores da prefeitura da capital. O projeto foi proposto pelo Executivo e aprovado por unanimidade pelos parlamentares. A emenda que tratava da extensão do reajuste aos agentes políticos (prefeito, vice-prefeito e vereadores) foi derrubada pelos vereadores. Uma sessão extra foi convocada para quinta-feira (18) para a segunda votação do projeto.

Na última segunda-feira (15), as comissões de Legislação, Justiça e Redação, de Economia, Finanças e Fiscalização e de Serviço Público já haviam acatado pareceres favoráveis ao trâmite da proposta.

De acordo com a assessoria da Câmara, o reajuste linear em parcela única, a partir de 1º de abril, corresponde à reposição inflacionária apurada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Serão contemplados servidores da administração direta e indireta, autarquias e fundações. A percentagem de 6,77% também se aplica à remuneração dos servidores da Câmara de Curitiba, às aposentadorias e pensões e ao subsídio dos secretários municipais e do procurador-geral do município.