Os deputados aprovaram nesta terça-feira(23) todas as emendas apresentadas e aprovadas pelo Senado ao projeto de lei que reajusta os salários de servidores públicos de carreira, que fecharam acordo com o governo depois de agosto do ano passado, prazo final de envio dos projetos ao Congresso Nacional. O reajuste, de cerca de 15%, é escalonado: 2013, 2014 e 2015.

O projeto segue agora à sanção presidencial. As emendas apresentadas pelos senadores e aprovadas hoje pelos deputados excluíram as mudanças que a Câmara tinha feito na proposta original do governo, inclusive a que estabelecia o pagamento por meio de subsídio às carreiras da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

O reajuste beneficia os servidores de diversas categorias, entre elas, auditor fiscal da Receita Federal do Brasil e do Trabalho, analista tributário da Receita Federal, analista e técnico do Banco Central, analista e especialista em infraestrutura, analista e agentes executivos da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

São 80 mil servidores beneficiados, segundo o Ministério do Planejamento. O impacto orçamentário será de R$ 820 milhões este ano e R$ 1,7 milhão em 2014.