A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou por unanimidade na sessão desta quarta-feira (24) dois projetos, de autoria do Governo do Estado, que contemplam a rede estadual de ensino. O primeiro amplia a hora-atividade dos professores e o segundo incorpora o direito a progressões no Plano de Cargos e Salários dos Funcionários das escolas da rede estadual.

De acordo com o governo, das 20 horas-aula semanais, os professores passarão a contar com o tempo de seis aulas para planejamento de trabalho, atendimento aos familiares dos alunos, pesquisa e outras atividades que precisam ser feitas fora de sala de aula.

Os professores da rede estadual de educação do Paraná que ingressam na carreira com jornada de 40 horas semanal ganham R$ 2.089,88 e R$ 609,66 de auxílio transporte.

Segundo o líder do governo na Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), o governador Beto Richa está realizando uma das maiores contratações da história do Paraná na área de ensino. “Desde janeiro de 2011, foram contratados mais 17.261 servidores por concurso público, que são professores, pedagogos e agentes educacionais que passaram a atender 2,2 mil escolas nos 32 Núcleos Regionais da Educação. Além disso, um novo concurso está em andamento para 13.771 professores. Com o novo concurso serão mais de 30 mil novos professores e pedagogos no quadro próprio”, disse.