Do G1, em Brasília

A aprovação do governo Dilma Rousseff passou de 62% de 63% entre janeiro e março, de acordo com pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta terça-feira (19). É o maior índice já alcançado pelo governo Dilma. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O percentual de 63% é o dos entrevistados que consideram o governo “bom” ou “ótimo”, de acordo com o levantamento. O Ibope ouviu 2.002 eleitores com mais de 16 anos em 143 municípios entre os últimos dias 8 e 11 de março.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva alcançou, no segundo mandato, 73% de aprovação do governo e 84% na avaliação pessoal.saiba maisAprovação do governo Dilma mantém recorde de 62%, diz Ibope

O índice dos que consideram o governo “regular” se manteve em 29%. O percentual dos que classificam o governo como “ruim” ou “péssimo” também permaneceu o mesmo (7%).

A aprovação pessoal de Dilma passou de 78% para 79%, dentro da margem de erro. O índice de quem desaprova Dilma se manteve em 17%, o mesmo percentual da pesquisa passada, realizada em dezembro.

Para ler a reportagem completa do G1, clique aqui