(Foto: Reprodução)

 

Uma criança de três anos e quatro meses morreu em Osasco, Grande São Paulo, sete dias após tomar a vacina contra a febre amarela. A informação foi confirmada pela família do garoto e pelo Hospital e Maternidade Renascença Osasco.

As reações adversas à vacina –como dores no corpo, dores de cabeça e febre– podem afetar entre 2% e 5% dos vacinados nos primeiros dias após a imunização. Já as mortes são ainda mais raras. Segundo a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), esses casos ocorrem em um em cada 400 mil doses aplicadas.

Segundo a família Lima, que preferiu não divulgar o nome da criança, o pequeno teria recebido a imunização no dia 12 de janeiro, já que morava em Carapicuíba, uma área de recomendação da vacina.”O próprio pediatra indicou que ele fosse vacinado”, afirmou.

Para ler a matéria completa no UOL clique aqui.