Foto: Divulgação

 

O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, disse que o órgão dará todo o apoio ao general Walter Souza Braga Netto, nomeado pelo presidente Michel Temer como responsável pela intervenção federal no Rio de Janeiro, decretada nesta sexta-feira, 16.

Em mensagem no Twitter, porém, Villas Bôas afirmou que os problemas enfrentados pelo Estado vão além da segurança pública e exigem ações mais efetivas. “Os desafios enfrentados pelo Estado do RJ ultrapassam o escopo de segurança pública, alcançando aspectos financeiros, psicossociais, de gestão e comportamentais”, escreveu o comandante. “Verifica-se pois a necessidade de uma honesta e efetiva ação integrada dos poderes federais, estaduais e municipais.”

Como determina o decreto, o comandante do Exército observou que Braga Netto ficará subordinado diretamente ao presidente Michel Temer. Villas Bôas afirmou, ainda, que as Forças Armadas continuarão executando as atividades previstas em decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), já em vigor no Rio de Janeiro.