Homem será indenizado em R$ 2,7 milhões por ter testículo errado retirado em cirurgia

Uol

 

Um homem será indenizado em quase R$ 2,7 milhões após um erro médico. Durante uma cirurgia, o doutor removeu o testículo errado do paciente. O caso aconteceu na Pensilvânia, nos Estados Unidos. A vítima, identificada como Steven Hanes, de 54 anos, procurou o urologista Spencer Long para  consultas sobre uma dor crônica na região, que perdurou por 15 anos.

Imagem ilustrativa. EBC

Após uma série de exames, ficou decidido que o melhor procedimento era a retirada do testículo direito. Só que o procedimento deu errado. Durante a cirurgia, Long retirou o testículo saudável e deixou o que apresentava problemas no lugar. As informações são do site Pennlive.com e da TV WRIC – da tradicional rede ABC.

“Parece que o testículo e o cordão esquerdo podem ter sido removidos em vez do direito”, escreveu Long em um relatório pós-operatório, que foi incluído nos documentos do tribunal. A batalha judicial terminou na última quarta-feira. O juiz concedeu a Hanes uma indenização de 620 mil dólares por danos, dor e sofrimento, e mais 250 mil dólares de punição ao médico por “imprudência”.

Hanes disse que seu cliente tem dor mais frequente em seu testículo direito e que ele vive em “medo debilitante” de ter mais uma cirurgia. Se o testículo não saudável não for removido, o advogado diz que seu cliente terá que passar por terapia de reposição de testosterona durante o resto da vida.

 

Para mais notícias internacionais clique aqui. 

Notícias relacionadas

Os comentários estão fechados.