Furacão copeiro!

Não seria fácil um duelo desse tamanho pela Libertadores. Flamengo jogando a vida no Maracanã é muito forte. E o ATLÉTICO jogando a vida na Baixada é gigante. Então, está tudo em aberto.

Do jogaço no Maracanã fica a lição de que não pode cochilar e, também fica o legado que o FURACÃO está forte no aspecto emocional. Sem dúvida essa tem sido a maior força desse time. Tomar 2 a 0 logo de cara e reagir com personalidade deixa claro isso. Por isso os resultados em mata-matas até aqui foram todos positivos, até brinquei no último post que o ATLÉTICO deveria “transformar” os confrontos com o Flamengo em mata-mata que aumentariam as chances atleticanas. E nessa toada o 2 a 1 contra no rio está no jogo, em especial porque o time terminou a partida personalizado , em cima dos caras, assustando e impondo respeito, vencendo na volta, passamos na frente.

Obviamente os desfalques atleticanos foram maiores e mais sentidos que do adversário. Tirando Thiago Heleno, que por ironia falhou no primeiro gol, e também Weverton e Nikão, estiveram fora os melhores jogadores do time na minha visão. Otávio, Gedoz, Pablo e Carlos Alberto. Mostrou que o elenco tem deficiências técnicas mas é muito forte como time, como grupo e gostei da personalidade no Maracanã. Autuori faz um trabalho fantástico nesse quesito, apesar das “marcações” de alguns que parecem já querer minar o bom trabalho do melhor técnico atleticano dos últimos tempos. Coisa da nossa terrinha, infelizmente.

O ATLÉTICO está em terceiro mas na cola dos dois que vão a frente e ambos jogaram duas em casa até aqui, enquanto o FURACÃO duas fora. Se der a lógica e todos confirmarem seus “serviços”, vitória em casa, o ATLÉTICO estará classificado com uma rodada de antecedência.

Portanto, agora é com nossa torcida, na nossa casa e fazendo a diferença!

BINHO ASSUNÇÃO!







Notícias relacionadas

Os comentários estão fechados.