Dono de barraca de cachorro-quente assassinado no São Braz já tinha passagens pela polícia

Da Redação

 

 

A Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH) tenta avançar nas investigações da morte de Elias Soares, de 25 anos, que aconteceu no último sábado (1°) no bairro São Braz, em Curitiba. Ele era o responsável pela barraca de cachorro-quente Laricão, localizada na Av. Vereador Toaldo Túlio. Segundo o delegado Fábio Amaro, da DH, o caso pode ser um acerto de contas

“A vítima já tinha passagens pela polícia e o crime pode estar relacionado a isso. No dia do assassinato, um homem desceu de um carro e atirou várias vezes contra a vítima”, contou à Banda B o delegado da DH, na manhã desta segunda-feira (3).

Elias Soares tinha a barraca já há muitos anos na região e era bastante conhecido por todos. A DH ainda não sabe quem foi o autor do assassinato.

Notícia Relacionada:

Dono de barraca de cachorro-quente é morto com 11 tiros no São Braz

Compartilhe:

Notícias relacionadas

Os comentários estão fechados.

Publicidade: