Cerca de 150 mil meninos de 12 e 13 anos já podem tomar a vacina contra HPV no Paraná

Redação com AEN

 

Vacina contra HPV,Meninos – Foto: Venilton KŸchler – AEN

 

Cerca de 150 mil meninos de 12 e 13 anos no Paraná já podem se vacinar contra o HPV (papilomavírus humano). A vacina, que já faz parte do calendário vacinal de meninas desde 2014, passa agora a fazer parte da rotina dos adolescentes. A vacinação para o sexo feminino vai de 9 a 14 anos.

Nas mulheres, a vacina protege principalmente do câncer de colo do útero. Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam este tipo de câncer como o terceiro mais incidente na população feminina no Brasil. Para o ano de 2016 são estimados 16.340 novos casos, sendo 860 no Paraná.

“No ano de 2015, foram registradas 333 mortes por câncer de colo do útero no Estado. Com a vacina, nosso objetivo é reduzir esses números para as próximas gerações”, explica o coordenador estadual de Imunização, João Luís Crivellaro.

Com a ampliação da campanha para o público masculino, haverá a redução da circulação viral e também a prevenção do câncer de pênis, garganta e ânus. “A vacina confere 98% de eficácia no primeiro ano após a última dose. Além disso, ela também garante proteção indireta para quem não foi vacinado”, explica Crivellaro.

Também a partir do próximo ano, a campanha passa a abranger meninas de 14 anos que ainda não tomaram a vacina e homens que vivem com HIV entre 9 e 26 anos. Até 2020, a faixa etária será ampliada para atingir meninos de 9, 10 e 11 anos.

O HPV é um vírus que pode causar câncer do colo do útero e verrugas genitais. Ele é altamente contagioso, e a transmissão acontece principalmente pelo contato sexual.  A vacina é gratuita e pode ser tomada em qualquer unidade de saúde.

 







Notícias relacionadas

Os comentários estão fechados.