Combinação de fotos reproduzida pelo G! mostra, segundo a agência oficial da Síria, sistema de defesa aérea interceptando mísseis israelenses lançados contra o território Sírio (Foto: Handout /Sana/AFP)

Militares de Israel bombardearam “dezenas” de alvos iranianos na Síria nesta quinta-feira, em resposta a um ataque iraniano com foguetes contra soldados israelenses posicionados nas Colinas de Golã, no mais grave confronto já ocorrido entre israelenses e iranianos.

Segundo Israel, os alvos incluíram estoques de armas, locais de logística e centros de inteligência utilizados por forças iranianas na Síria. Israel também informou ter destruído vários sistemas de defesa aérea da Síria.

A ofensiva israelense foi a mais intensa na vizinha Síria desde o início da guerra civil local, em 2011.

Os ataques de Israel mataram 23 combatentes, incluindo cinco soldados sírios, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede em Londres.

Já a Rússia alega que a operação israelense envolveu 70 mísseis, sendo que mais de metade deles foram derrubados.

Fonte: Associated Press.