Foto: Reprodução / Internet

A Associação Paraguaia de Futebol (APF) vai investigar o escândalo após o vazamento de fotos íntimas entre o presidente do Club Rubio Ñu, time da Liga Luqueña, equivalente à 4ª Divisão do Paraguai, e um jogador de futebol. Na noite de sexta-feira, a entidade divulgou um comunicado para expressar sua “profunda preocupação” com o caso.

Na mesma nota, a AFP afirmou que já pediu à União de Futebol do Interior (UFI), uma entidade à qual o clube está afiliado, para promover os procedimentos necessários para tomar medidas corretivas que eles correspondem para sancionar exemplarmente os comportamentos expressamente tipificados e que julgam contrariando as leis nacionais ou as normas institucionais.

O problema iniciou nessa semana, após o vazamento de fotos íntimas do presidente do Rubio Ñu, Antonio González, com o jogador Bernardo Gabriel Caballero. O mandatário veio publicamente assumir o seu envolvimento com lateral-direito, que por sua vez negou que tenha se relacionado com o cartola e afirmou que sofre assédio sexual.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.