Na foto de Alhassan Sillah/BBC, mulher mostra barriga inchada. Ela pensava estar grávida

Quando uma mulher na Guiné procurou N’na Fanta Camara para que ela a ajudasse a engravidar, a curandeira lhe deu uma solução: uma mistura de folhas, ervas e medicamentos. As pacientes pagavam US$ 33 (cerca de R$ 105) pelos serviços – o salário mensal no país é de US$ 48, ou aproximadamente R$ 153. Acredita-se que mais de 700 mulheres entre 17 e 45 anos receberam “a cura” para engravidarem, fazendo a benzedeira ganhar milhares de dólares.

O problema é que o tratamento de Camara era uma farsa – e ela foi presa. O máximo que ele fazia era inchar a barrigas das mulheres, que acreditavam que a gravidez tinha ocorrido. Mais de 200 mulheres foram até a frente da delegacia onde ela foi presa. Mas como essa curandeira conseguiu enganar tantas mulheres?

“Fomos ver essa mulher pela primeira vez há um ano”, disse uma das vítimas a Alhassan Sillah, repórter da BBC em Conacri, capital da Guiné.

A mulher contou sua experiência com Camara: “Durante nossa primeira visita. ela me deu alguns medicamentos com folhas e ervas, que me fizeram vomitar. Ela assegurou que os remédios eram bons para a gente. À medida que continuamos tomando, o estômago começa a ficar inchado”, disse.

“Depois de um tempo, voltamos a visitá-la. Ela tocou minha barriga e disse que eu estava grávida.”

Tudo isso sem nenhuma visita ao médico. Leia a reportagem completa aqui