Por Luiz Henrique de Oliveira

[jwplayer mediaid=”122433″]

O promotor de vendas Humberto Miranda procurou a reportagem da Banda B para relatar uma situação inusitada pela qual teria passado na manhã desta terça-feira (4). Miranda garante que foi com um sapato com biqueira de aço a uma agência do Banco do Brasil, na Cidade Industrial de Curitiba, e não teve a entrada permitida, tendo que ficar de meias para ser atendido.

“Eu fui lá trocar um cheque e o rapaz (segurança) falou que eu não podia entrar por causa do metal, mas eu precisava, porque tinha já gastado gasolina para chegar ali. Então deixei a meu sapato e entrei lá sem ele mesmo”, contou Miranda à Banda B. (Ouça o relato no ícone de áudio acima)

cicdentroNo facebook, Miranda postou foto do momento em que esperava na agência (Foto: Reprodução)

Ele também afirmou que todos na agência riram da situação. “Foi constrangedor, porque muitas pessoas ficaram dando risada. Isso nunca tinha acontecido antes, normalmente eles me deixam entrar com esse sapato de segurança que ameniza queda de materiais no pé. Eu deixo do lado e calço eles lá dentro”, salientou Miranda, que trabalha em uma empresa de refrigerantes em Curitiba pela manhã e como vigilante à noite.

Miranda não chegou a chamar a gerência do banco para resolver a situação, preferiu tirar o sapato e trocar o cheque. “Fiquei lá de meia até ser atendido. Quando voltei meu sapato estava lá ainda. Calcei e fui embora”, relatou

A Banda B buscou contato com a gerência da agência bancária que não confirmou e nem negou o caso, apenas disse que não pode falar sobre o tema. Em seguida, a reportagem ligou à assessoria de imprensa do Banco do Brasil e aguarda retorno.