Da Redação

O Hospital Evangélico de Curitiba tem um prazo de 90 dias para acabar com qualquer atendimento no ambulatório que funciona em uma garagem no subsolo. No espaço improvisado, que funciona desde abril, são realizadas consultas de diferentes especialidades. A Banda B entrou em contato com a assessoria do hospital nesta quinta-feira (11), que informou que o imóvel já foi adquirido e passa por ajustes para receber os atendimentos do local.

evangelico

Foto: SMCS

O prazo de três meses foi determinado após vistoria da Vigilância Sanitária Municipal. O Sindicato dos Empregados em Serviços de Saúde da região (Sindesc) denunciou a situação no mês de julho. De acordo com a entidade, o espaço é muito precário e não conta nem com janelas.

O hospital diz que os atendimentos seguem sendo realizados no local para que não sejam suspensos. A situação permanecerá até que a unidade, que está sendo construída no bairro Santa Felicidade, seja concluída.

Notícia Relacionada:

Pacientes do Hospital Evangélico são atendidos em garagem e Sindesc busca respostas