Redação com G1

enem

Inep diz que são falsas fotos que circulam na internet de supostas provas do Enem Twitter do Inep

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será no próximo final de semana e, mais uma vez, nas vésperas, circulam boatos de vazamento da prova. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), porém, negou qualquer vazamento de questões e, disse que o material que circulou nas redes socais no fim de semana é falso.

Pelo Twitter, o Inep divulgou que são falsas as fotos de supostas capas de dois modelos da avaliação e o tema da redação do Enem de 2015 que circulam pelas redes sociais neste domingo (18).

“Atenção participantes do #Enem2015! As provas que estão circulando são falsas”, diz o comunicado. Em 2009, a prova do Enem foi cancelada pelo Ministério da Educação (MEC), após o vazamento confirmado de informações.

Todo ano surge um boato sobre o Enem, mas dessa vez, foi só um susto mesmo. Assim que o Inep soube do suposto vazamento tratou logo de esclarecer que os cadernos divulgados são totalmente falsos e que vai acionar a Polícia Federal. O objetivo é tentar descobrir quem produziu e divulgou as provas falsas na internet.

Nas fotos que circularam pelas redes sociais nesse domingo (18) é possível ver as capas dos cadernos de prova. O cor-de-rosa, de ciências humanas e ciências da natureza, e o azul de redação, linguagens e matemática. Uma proposta de tema de redação, que seria o deste ano sobre terceirização, também circulou.

Provas

No próximo fim de semana, mais de 7,7 milhões de estudantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24 de outubro, serão aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de quatro horas e trinta minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de cinco horas e trinta minutos.

Considerado, sempre, o horário oficial de Brasília, a aplicação das provas começará às 13h30. Os candidatos terão acesso aos locais de prova a partir das 12h. Os portões serão fechados às 13h, em todas as unidades da Federação. Assim, quem mora em Manaus, por exemplo, terá de chegar ao local de prova até as 12h locais; em Rio Branco, às 11h.

Esta será a primeira edição da prova em que o Ministério da Educação não vai encaminhar a versão impressa pelos Correios. Para evitar imprevistos, a orientação do MEC é que os candidatos visitem o local das provas com antecedência.