Da Redação

Uma situação inusitada está causando polêmica nas redes sociais na tarde desta quarta-feira (28). Um estudante da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) publicou no Facebook uma carta que recebeu da instituição cobrando uma multa no valor de R$ 2 mil pela não devolução de um livro da biblioteca.

pucpr

(Foto: Reprodução/ Facebook)

“Esse é o livro mais caro do mundo”, comentou uma das internautas na página de humor Busão Curitiba, que compartilhou a foto do aluno. A data do empréstimo da obra “A Arte do Cinema: Uma Introdução” é do dia 9 de agosto de 2011 com prazo de devolução para o dia 22 do mesmo mês. A carta diz, ainda, que se o valor não for quitado, será cobrado com a próxima mensalidade.

O estudante informou, ainda por meio da rede social, que recebeu e-mails de aviso em uma conta que não usava mais e que, na tarde de hoje, a universidade mandou a carta. “É ridículo”, afirmou ele na postagem. “É mais fácil comprar outro livro novo para a biblioteca”, disse outro comentário.

Um estudante que passou pela mesma situação informou à Banda B que recebeu uma multa de R$ 500 após ficar quase dois anos sem devolver alguns livros. Ele negociou com a instituição, devolveu as obras depois do prazo e comprou outro livro para abonar a multa.

Em nota, a PUCPR informou que o comunicado divulgado pelas redes sociais não foi emitido pela instituição. Segue texto na íntegra:

A Biblioteca não possui em seu acervo as obras detalhadas na carta postada no Facebook. Além disso, os códigos de barra utilizados no referido documento, compostos por 10 dígitos, não correspondem a nenhum material da Biblioteca, que usa seis dígitos para identificação. O estudante não possui pendências na Biblioteca e não possui registros de empréstimo em 2011. O sistema de gerenciamento utilizado pela PUCPR envia um e-mail de aviso quando o estudante tem alguma pendência na Biblioteca, sendo que o usuário pode escolher o endereço de e-mail no qual quer receber as notificações. É cobrada multa de um real por dia de atraso e por obra. O objetivo da multa é fazer com que o aluno devolva a obra que emprestou, para que outro estudante possa utilizar. O usuário pode ficar com o material emprestado por 10 dias úteis e renovar por até duas vezes pela internet ou pessoalmente. A Universidade envia cartas aos usuários da Biblioteca apenas em casos excepcionais e em um formato diferente da carta em discussão.