Da Redação

Uma a cada cinco rodovias do Paraná é considerada ruim ou péssima, de acordo com pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada nesta quarta-feira (4). O levantamento mostra que 17% das estradas são consideradas ruins e 2% péssimas quando levado em conta o estado geral (que inclui a avaliação conjunta do pavimento, da sinalização e da geometria da via). Em contrapartida, 10,9% das rodovias são consideradas ótimas e 36,8% boas. Quanto a sinalização, 54,6% das rodovias do estado estão em bom ou ótimo estado.

rodovias

Divulgação

Ao todo 51 trechos, entre rodovias estaduais e federais, integram a pesquisa. Dos 5.996 Kms, 1129 são ruins ou péssimos.

Nacionalmente, a Pesquisa CNT de Rodovias 2015 percorreu e avaliou mais de 100 mil quilômetros de rodovias pavimentadas por todo o país. Da extensão total avaliada, 57,3% apresentaram algum tipo de deficiência no estado geral, sendo que 6,3% estavam em péssimo estado, 16,1% ruim e 34,9% regular. Possuem condições adequadas de segurança e desempenho 42,7%, que tiveram classificação ótimo ou bom no estado geral.

Em relação ao pavimento, foram identificados 48,6% da extensão com algum tipo de deficiência no país. A sinalização apresenta problemas em 51,4% da extensão avaliada, e a geometria da via em 77,2%. Os problemas das rodovias brasileiras tornam-se ainda mais graves com a constatação de que 86,5% dos trechos avaliados apresentam rodovias simples de mão dupla.