Da Redação

evangelicaFoto: Divulgação

Por unanimidade, o Tribunal Regional do Trabalho no Paraná decidiu manter nesta segunda-feira (9) a liminar que suspendeu a demissão de 257 trabalhadores e o fechamento de sete cursos da Faculdade Evangélica do Paraná. A liminar é pedido do Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região (Sinpes). Com a decisão, mais 105 auxiliares da administração escolar também terão os empregos mantidos.

No julgamento da Seção Especializada foi esclarecido que a liminar atinge interesses de diversos segmentos da sociedade, como alunos, professores, empregados administrativos e deveria ser decidida após prévio levantamento contábil e apresentação do plano de gestão para o saneamento administrativo e financeiro da faculdade.

Os coordenadores dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, Psicologia (diurno e noturno), Gestão Ambiental e Teologia já tiveram uma reunião com o interventor para readequação da grade.

Notícia Relacionada:

Justiça determina volta de cursos suspensos da Faculdade Evangélica

Faculdade Evangélica anuncia a extinção de sete cursos em 2015; apenas Medicina será mantido