Da Redação

Atlético, Coritiba e Paraná Clube, divulgaram nesta segunda-feira (16) notas de condolências ao comentarista da Banda B, Dionísio Filho, que morreu no começo da manhã na Cidade Industrial de Curitiba aos 58 anos. O presidente do Coritiba, Rogério Bacellar, por exemplo, decretou luto de 3 dias pelo falecimento.

Foto: Divulgação CAP

Foto: Divulgação CAP

O site oficial do Furacão, lembrou da passagem de Djonga pelo clube no ano de 1978. “O Clube Atlético Paranaense lamenta o falecimento de Antônio Dionísio Filho, aos 58 anos. Dionísio Filho fez parte do time de 1978 do Furacão, que também contava com Ziquita. O Atlético Paranaense presta suas condolências a todos os amigos e familiares de Dionísio Filho”, disse.

O Coritiba lamentou a morte e disse que a manhã de Carnaval amanheceu menos colorida na capital. “Faleceu nesta manhã o ex-jogador de futebol Antônio Dionísio Filho (58), o Dionga. Ex-jogador de Coritiba, consagrou-se também como comentarista e destacava-se pelo respeito e admiração pelos quais atletas, membros de comissão técnica e dirigentes tinham por suas opiniões”, escreveu o site do Verdão.

No Coritiba, Dionga atuou entre 1979 e 1980 com outra passagem entre 1988 e 1989. Foram 88 jogos com a camisa do Coritiba. Também ex-jogador do Atlético Paranaense, o lateral esquerdo foi fervoroso militante de um futebol paranaense mais forte e faleceu na semana que precede o principal clássico do estado. Ele também atuou por Guarani, Atlético Mineiro, Internacional e Pinheiros.

O Paraná Clube também confirmou o luto no clube. “É com muito pesar que o Paraná Clube comunica o falecimento do comentarista esportivo e ex-jogador de futebol Dionísio Filho. Na história do Tricolor, o lateral também deixou sua marca: no ano de 1981, defendeu o Pinheiros – um dos clubes que originaram o tricolor. Aos amigos e familiares do eterno “sangue bom”, as condolências de todos os paranistas”, concluiu o tricolor.