Redação

(Fotos: DB/Banda B)

A última vítima do acidente com um monomotor modelo Cessna 177, que caiu em Curitiba na tarde de sábado (30) a ser identificada morreu no fim da noite de ontem no Hospital Evangélico. Mounir Saleh Brahim, 48 anos, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e sofreu uma parada cardíaca. A família da vítima é de Rondônia e chegou em Curitiba no domingo. Com a mesma de Brahim, o acidente aéreo soma três vítimas fatais.

O quarto ocupante do monomotor, Hélio Correa, permanece internado em estado grave, mas estável, na UTI do Hospital do Trabalhador, no bairro Novo Mundo. As vítimas que morreram na hora, o piloto Cleber Luciano Gomes e o empresário Silvio Roberto Romanelli, foram velados e sepultados no fim da tarde de ontem no norte do estado.

Investigação

Desde o início da noite de sábado (30), os peritos do Centro de Investigações e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) investigam as causas do acidente com o monomotor Cessna 177. Eles chegaram em Curitiba por volta das 18 horas e são responsáveis por investigar as causas da queda que vitimou duas pessoas e deixou outras duas em estado grave. Até o momento, a informação é que o avião teve problemas mecânicos assim que decolou do Aeroporto do Bacacheri.