Da SMCS

Foto: SMCS

Mais um município da região metropolitana terá transporte coletivo reintegrado com Curitiba. O ligeirinho Curitiba/Fazenda Rio Grande voltará a ser integrado com a estação-tubo da Pontifícia Universidade Católica (PUC) a partir desta quarta-feira (29).

Esta é a terceira reintegração desde janeiro, quando Rafael Greca assumiu a Prefeitura. A primeira retomada foi da linha Colombo/CIC, seguida de Araucária/CIC. As três integrações totalizam mais de 50 mil passageiros curitibanos e metropolitanos atendidos.

Os estudantes serão os maiores beneficiados pela nova reintegração. De uma única estação, a da PUC, os passageiros poderão entrar em qualquer uma das três linhas de ligeirinhos que passam pela região: Fazenda Rio Grande, Aeroporto e o PUC/Rodoferroviária.

A estação-tubo da PUC terá leitores de cartão transporte urbano, da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) e também metropolitano, da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec).

A Comec desativará a estação antiga, usada pelo ligeirinho Fazenda Rio Grande. Até 2015 todas as linhas dessa região usavam esta mesma estação, e quando a nova e maior, da PUC, foi inaugurada, a linha de Fazenda Rio Grande ficou fora por causa da desintegração do transporte coletivo.

“Agora, todas as linhas usarão a mesma estação e isso representa comodidade, facilidade e economia de tempo”, disse o presidente da Urbs, José Antonio Andreguetto.

Reintegrações

A primeira reintegração foi com a Colombo/CIC. Com a volta da linha, os passageiros agora podem percorrer os 26 quilômetros do trajeto sem precisar mudar de ônibus, substituindo as linhas CIC-Cabral e Maracanã-Cabral. Do Terminal do Maracanã, em Colombo, a viagem pode seguir diretamente até a CIC, cruzando o Centro de Curitiba.

Com Araucária, a Urbs reabriu o Terminal CIC para embarque e desembarque dos ligeirinhos Araucária-Capão Raso e Angélica-Capão Raso, que antes desviavam seguindo até o Capão Raso.