Da Redação

Queda de árvore complicou trânsito no Boa Vista (Foto: Elizandra Beffa)

Queda de árvore complicou trânsito no Boa Vista (Foto: Elizandra Beffa)

Os temporais que atingiram Curitiba e região metropolitana nas tardes de quarta e quinta-feira (22) afetaram mais de 1,3 mil pessoas, de acordo com balanço divulgado pela Defesa Civil Estadual. Na capital, são mil afetados, mas nenhum desabrigado. Em Campina Grande do Sul são 260 afetados com 65 casas danificadas. Já em Colombo são 60 afetados em 15 residências danificadas.

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, choveu uma média de 44,6 milímetros nesta quinta. A área mais atingida foi o Centro, com uma precipitação de 56,4 milímetros. Devido aos ventos fortes, várias casas da região central ficaram sem energia elétrica.

Ainda segundo informações da administração municipal, foram dez árvores caídas, sendo uma mais complicada na Rua Jovino do Rosário, no bairro Boa Vista.

Sem aula

Devido às chuvas, crianças do Centro Municipal de Educação Infantil Arnaldo Carnasciali, no Sítio Cercado, foram dispensadas das aulas na sexta-feira. A unidade está sem energia elétrica por problemas de infiltração na caixa de luz.

FAS atende famílias atingidas pelas chuvas

As equipes da Fundação de Ação Social (FAS) estão atendendo famílias. Na maioria dos casos, são solicitados colchões, cestas básicas e cobertores. Até o momento foram entregues 192 cestas básicas.

Na Cidade Industrial de Curitiba, as equipes de atendimento social estão avaliando as necessidades das famílias que vivem nas proximidades do Rio Barigui. Na quarta, foram entregues dez colchões. No Bairro Alto, a FAS está atendendo as cerca de 30 famílias que vivem na região da Rua Rio Negro para saber se há necessidades urgentes.

Em Santa Felicidade, foram entregues cestas básicas, roupas e cobertores a famílias do Jardim Santos Andrade. No Cajuru, foram distribuídas um total de 30 cestas básicas. Nesta quinta, os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) Acrópole, Cajuru, Iguaçu, Uberaba e Iguape, no Cajuru e Boqueirão, funcionaram excepcionalmente até as 18 horas para atendimento de famílias atingidas pelas chuvas.

Equipes da FAS e Defesa Civil continuarão em alerta enquanto o tempo estiver chuvoso.