Um esforço de concentrar conhecimentos de 19 laboratórios nacionais em torno de um Centro de Referência de Raiva será um dos temas principais do workshop “Cenários de desenvolvimento de produção de biológicos”, que acontece nestas quarta e quinta-feiras (20 e 21), no Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar).

Estarão presentes algumas das autoridades mais importantes na área, como Gilfredo Comparsi Darsie (consultor e ex-cooperado da Organização Pan-Americana de Saúde), Reinaldo Dias Ferraz de Souza (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação), Paulo Lee Ho (Instituto Butantan), Bernardo Luiz Moraes Moreira (Anvisa), Marco Antônio Stephano (USP), Marco Aurélio Krieger (Instituto de Biologia Molecular do Paraná) e Lilia Ribeiro Serodio (Biomanguinhos), além dos especialistas do próprio Tecpar.

A programação será aberta nesta quarta-feira com uma palestra do presidente do Tecpar, Júlio C. Felix, com o tema “Centro de Referência em Raiva; um novo conceito de rede de competências”, defendendo a centralização de informações, com o trabalho unificado permitindo a formação de uma rede de competência na pesquisa, no desenvolvimento e na inovação. “Nosso intuito é o de somar competências de dentro e de fora do país, para nos tornarmos uma referência no tema raiva no contexto mundial”, comentou Felix.

A programação do worpshop se estenderá pelos próximos dois dias, com palestras e debates nos dois períodos e a projeção dos pontos de vistas do diversos órgãos envolvidos no evento.