Da Redação

Reprodução

Reprodução

Um pequeno conflito entre um motorista da Uber e taxistas chamou a atenção de frequentadores do Jardim Botânico, em Curitiba, no começo da tarde desta terça-feira (9). De acordo com testemunhas, assim que chegou ao parque para buscar quatro passageiros, um dos taxistas desceu do carro e impediu o embarque, de forma pacifica.

Vídeo registrado pelo internauta Márcio José mostra o momento da abordagem realizada pelo taxista. Como tanto motorista, quanto passageiros, decidem evitar o conflito, o carro deixa o local. O taxista chega a apontar para a fila, mas os passageiros optam por caminhar até outro local.

O clima entre as categorias é tenso desde a chegada do aplicativo, há aproximadamente quatro meses. Na noite da última quinta-feira (4) três pessoas foram detidas no 12º Batalhão da Polícia Militar. A confusão teria começado em frente a uma balada no bairro Batel porque taxistas não queriam a presença de motoristas da Uber. No local, segundo taxistas, um policial teria agredido motoristas de táxis.

Outros vários pequenos conflitos ocorrem semanalmente em Curitiba, sendo que muitos não são registrados oficialmente. A empresa Uber arca com prejuízos causados a carros de motoristas que utilizam o aplicativo.

Estratégias

Com o objetivo de atrair e fidelizar um maior número de clientes, as rádios táxi de Curitiba tem buscado promoções e descontos a quem opta pelos veículos. A Capital, por exemplo, tem oferecido 20% de desconto a todas as corridas solicitadas pelo smartphone. Já a Faixa Vermelha irá distribuir ingressos de cinema para clientes que utilizarem o celular para solicitar corridas no fim de semana. “Os tempos mudaram, novos mercados e novas tecnologias sempre irá surgir. Quem não se adaptar será excluído”, afirma o diretor presidente da Rádio Táxi Capital, Lourival Biseski.

Regulamentação

Também na última semana, motoristas do aplicativo Uber se reuniram na Linha Verde para pedir a regulamentação do serviço em Curitiba. Eles escreveram uma carta aberta com as reivindicações e pretendem enviá-la aos vereadores na Câmara Municipal. De acordo com a categoria, o serviço é amparado por uma lei federal sobre mobilidade urbana.

Na Câmara, corre o trâmite de um projeto que poderia regulamentar o aplicativo. De acordo com a proposta, o objetivo é regulamentar o transporte privado e individual de passageiros, garantindo que empresas possam operar na cidade, mas seguindo uma série de regras e taxas a serem pagas para a prefeitura, em isonomia com os valores cobrados aos taxistas. Segundo o texto, a norma tem objetivo de incentivar novas formas de transporte e facilitar os deslocamentos na cidade; assegurar a livre concorrência e a transparência no serviço de compartilhamento de veículos, de forma a garantir segurança aos usuários, em conformidade com a Política Nacional de Mobilidade Urbana.

Notícia Relacionada:

http://www.bandab.com.br/jornalismo/em-novo-confronto-taxistas-e-motoristas-de-uber-se-envolvem-em-confusao-em-frente-de-balada-no-batel-todos-foram-detidos/