Por Marina Sequinel

Um taxista de 74 anos está desaparecido desde a tarde deste sábado (3) quando saiu para trabalhar em Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Desesperada, a família suspeita de um possível roubo e pede ajuda para encontrá-lo.

taxista-desaparecido

José desapareceu por volta das 17h deste sábado. (Foto: Reprodução/Facebook)

José Rocha foi visto pela última vez por colegas no ponto onde fica com o táxi, próximo ao hospital municipal da cidade. “Ele deixou a residência ontem às 17h, como sempre faz, mas não voltou. Normalmente, às 20h ele já está em casa. Não fazemos ideia do que aconteceu, porque ele nunca passou a noite fora e não tem motivos para sair de casa”, contou Keslen Rocha, neta do taxista, em entrevista à Banda B.

Segundo ela, a última informação recebida pela família dá conta de que José foi visto na Rodovia dos Minérios, em direção à Curitiba. Na tarde deste domingo, começaram a circular nas redes sociais imagens de um carro branco queimado, apontado como sendo do taxista. “Nós fomos checar, mas não é o veículo dele. O automóvel carbonizado é um Vectra e o do meu avô é um Voyage, com placas AZM-2594. A gente tem medo que ele tenha sido vítima de bandidos, estamos muito preocupados”, completou ela.

A família já registrou Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento do idoso. Qualquer informação sobre o paradeiro de José pode ser repassada por meio do telefone (41) 9631-0870.