Reprodução RPCTV
Hélio diz que pode provar inocência

O vendedor preso na semana passada por policiais da Delegacia de Trânsito de Curitiba, Helio Ricardo Raposo Junior, suspeito de ter sequestrado duas mulheres e na fuga, com o carro das vítimas, ter batido contra uma motocicleta e matado duas pessoas, uma delas a mãe de Nadia Rocha, musa do Atlético Paranaense e apresentadora da Band TV, está em liberdade. A Justiça concedeu o benefício ontem (16) depois de imagens do circuito interno da casa da mãe dele mostrarem os horários de entrada e saída de Hélio no condomínio, que coincidem com o momento da ação criminosa, que aconteceu na noite do último dia 4.

As câmeras de segurança registraram o vendedor chegando ao condomínio da mãe pouco antes das 21h. Ele sai com o filho e com a mulher às 22h19, e às 22h28 deixa o local. As imagens da câmera que flagrou o acidente mostram que o caso ocorreu às 22h10. O delegado Armando Braga, responsável pelo caso, afirmou ao Paraná TV 2° Edição, da RPCTV, que irá pedir uma perícia das imagens apresentadas pela defesa de Hélio, já que o vendedor havia sido reconhecido com 100% de certeza pelas testemunhas e vítimas do crime. Hélio já conta com passagens pela polícia por crimes como furto, perturbação de sossego e receptação.

Também em entrevista à RPCTV, o vendedor afirmou que tentou enviar as imagens à polícia antes de ser preso, mas não conseguiu. Ele contou que perdeu o emprego e precisou até mudar de endereço por conta de ameaças.

Para dar prosseguimento ao inquérito policial, o delegado Armando Braga espera a perícia das imagens entregues pela defesa.

Para assistir o vídeo entregue pelo vendendor no Portal Catve.tv clique aqui.