Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

Um soldado da Polícia Militar (PM) e um homem de 29 anos foram mortos na noite desta quinta-feira (12) no bairro Francisco Gorski, em Campo Largo na região metropolitana de Curitiba. Eles eram vizinhos e alimentavam uma rixa antiga. O soldado André da Silveira Guazina, 46 anos, teria atirado e matado o vizinho José Carlos Cuniac enquanto outro homem, que viu os disparos, teria assassinado o soldado minutos depois.

O crime aconteceu por volta das 19 horas na Avenida Canadá. Os dois vizinhos, de acordo com moradores, discutiam e brigavam constantemente. O motivo da briga na noite de ontem não foi apurado. Durante a discussão, o policial efetuou um disparo contra José e também atingiu outro homem, João Carlos Cuniac, 27 anos, irmão do alvo, que estava no local. Minutos depois, outro homem, não identificado, surpreendeu o soldado e atirou contra as costas dele. “Esses dois que discutiram com o policial estavam armados e provavelmente um terceiro o matou pelas costas. Eles não eram vizinhos de muro, o policial morava mais para o fim da rua e o outro mais para o meio”, contou o soldado Biniara.

Inicialmente, a versão é que uma terceira pessoa teria atirado contra o policial, no entanto, investigações apontam que o irmão da vítima fatal teria efetuado os disparos contra o soldado.

A equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionado, mas o policial e o vizinho já estavam mortos. O irmão de José foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Nossa Senhora do Rocio e corre risco de morrer. O soldado que foi morto a tiros era lotado no Batalhão de Polícia de Guarda (BpGb).