odiario.com

Três dias após registrar um boletim de ocorrência por sequestro seguido de roubo, o síndico de 63 anos do Edifício Residencial Sandra Regina, em Maringá, voltou atrás e admitiu que mentiu. Em novo interrogatório, na última sexta-feira (17), ele confessou à polícia que gastou os R$ 163 mil do condomínio em apostas do jogo do bicho.

Na última terça-feira (14) o síndico procurou à polícia e no relato feito ao delegado Clóvis Papa, de Paraíso do Norte, contou que o roubo aconteceu logo após deixar o edifício, localizado na Avenida Mitsuzo Taguchi, para depositar o dinheiro dos condôminos em uma agência bancária. Ele disse ter sido rendido no semáforo da Avenida Tuiuti e levado, sob mira de armas, até Paraíso do Norte. Lá, ele teria sido liberado após entregar o dinheiro para os bandidos.

Tudo mentira. Para ler a reportagem completa, clique aqui