Da Redação

O segundo dia seguido da greve dos professores municipais de Curitiba começou na manhã desta quarta-feira (22) com mutirões em escolas para aumentar a adesão de servidores. Segundo o Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal (Sismmac), um balanço com as instituições fechadas nesta quarta deverá ser divulgado apenas à tarde. Dados da Prefeitura de Curitiba apontam mais de 40 escolas sem atendimento e um total de 71 com as aulas prejudicadas.

Em assembleia ontem, os professores municipais de Curitiba decidiram por manter a greve por tempo indeterminado. De acordo com o Sismmac, como não foi apresentada nenhuma proposta por parte da prefeitura, os funcionários optaram por dar continuidade à paralisação, que ontem fechou 100 escolas da capital.

(Foto: Divulgação)

Depois dos mutirões está marcada para acontecer, às 14h desta quarta (22) na Praça Nossa Senhora do Salete, no Centro Cívico, uma concentração para pressionar a Prefeitura de Curitiba a ceder aos pedidos da categoria. Após isso, será definido os rumos do movimento grevista.

A pauta de reivindicações da categoria é principalmente com relação à transição para o novo Plano de Carreira, gestão democrática tanto no Instituto Curitiba de Saúde (ICS) quanto no Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC), e melhoria das condições de trabalho.

Outro lado

A Prefeitura de Curitiba afirmou que recebeu a equipe do Sismmac na manhã desta terça, na sede da Secretaria de Recursos Humanos. Durante o encontro foi exposta a situação financeira do município neste início de governo.

A partir do que foi apresentado, a administração municipal explicou à comissão que a implementação do Plano de Carreira, bem como a contratação de novos professores, dependerão da implementação das medidas de ajuste fiscal que serão encaminhadas à Câmara Municipal nos próximos dias.

A Prefeitura de Curitiba reiterou o compromisso de implementar o Plano de Carreira e contratar professores, mas tudo dentro da realidade financeira da cidade.

Estiveram presentes representantes do Sismmac e das secretarias municipais de Recursos Humanos, Governo Municipal, Educação e Finanças.