No meio do caminho, projetos a aprovar, licenças a conseguir, certificados de potencial construtivo a comprar. Uma corrida com obstáculos que está muito perto da linha de chegada para o Shopping Atuba, que terá 175 lojas, em 46 mil metros quadrados de área construída no bairro do mesmo nome. O “bastão” da prova para transformar o projeto em realidade está nas mãos de Félix Strobel (foto). A ideia inicial era lançar o empreendimento ainda em 2011 e inaugurar em 2014, mas os planos tiveram que mudar.

Para lera a reportagem completa, clique aqui