Da Redação

servidores-saude-141013-bandab

Foto: Divulgação

Os servidores da Saúde de Curitiba podem entrar em greve na noite desta segunda-feira (14). De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc), a paralisação está motivada pela falta de negociação da Prefeitura com relação à incorporação do Incentivo de Desenvolvimento de Qualidade (IDQ), avaliação de desempenho, jornada de trabalho e às 30 horas. A greve, se aprovada, deve afetar todas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) por tempo indeterminado, já que somente os serviços emergenciais devem ser mantidos.

No entanto, segundo o sindicato, na última semana eles se reuniram com as secretarias de Saúde e Recursos Humanos para discutir a pauta. “A Prefeitura disse que vai reduzir a jornada dos excluídos a partir de janeiro de 2014. A gestão ainda criou uma comissão paritária para discutir a escala de trabalho. O prazo de conclusão dos trabalhos é de 30 dias. Quanto à incorporação do IDQ, a gestão municipal tem também 30 dias para estudar e fazer levantamentos técnicos. A meta é a construção de uma nova proposta para a avaliação de desempenho”, diz a nota do Sismuc.

A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba e aguarda retorno.

Notícia Relacionada:

Sindicato avalia como positiva paralisação de servidores da saúde e não descarta greve