Por Felipe Ribeiro e Marco Piza

Os servidores técnico-administrativos do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) decidiram, na manhã desta terça-feira (06), retomar a greve que havia sido suspensa por determinação judicial no dia 25 de abril. A decisão de retomar a greve foi decidida em assembleia realizada no Restaurante Universitário da instituição.

hc

Foto: Divulgação

Ontem, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu que não haverá desconto dos dias parados dos servidores públicos do HC que entraram em greve, anulando assim uma liminar de abril, que havia considerado a greve ilegal e que deveria haver desconto na folha salarial dos grevistas.

De acordo com um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Estado do Paraná (Sinditest-PR), Eduardo Scotti, a categoria irá aguardar as 72 horas da lei para iniciar a paralisação. “Hoje decidimos voltar para a greve, uma vitória importante na justiça, mas a luta continua. Os 30% de área crítica do hospital serão respeitadas, mas retomamos a greve”, disse