Em torno de 800 servidores estaduais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (9). A categoria pede pagamento retroativo desde dezembro do reajuste na Gratificação pelo Exercício de Encargos Especiais (GEEE). O governo, por sua vez, informou que o pagamento será feito a partir deste mês.

Segundo a Sema, nenhum serviço foi afetado, já que os trabalhadores comissionados estão trabalhando normalment. Porém, o Sindicato Estadual dos Servidores da Agricultura, Meio Ambiente, Fundepar e Afins (Sindiseab), garante que apenas os serviços essenciais estão funcionando durante a greve.

Os trabalhadores em Curitiba, Guarapuava, Francisco Beltrão e Toledo aderiram o movimento de paralisação.