Por Marina Sequinel e Flávia Barros

hospital-evangelico2

(Foto: Flávia Barros – Banda B)

Com a crise econômica, o Hospital Evangélico de Curitiba continua com vários serviços suspensos desde o último dia 21 de novembro. Segundo o interventor Carlos Motta, o repasse previsto pela Secretaria Municipal de Saúde foi realizado na quarta-feira (30) e os funcionários já receberam os salários atrasados.

carlos-mottadentro

Interventor Carlos Motta afirmou que os depósitos feitos até agora não salvam a situação do hospital. (Foto: Flávia Barros – Banda B)

Os depósitos, no entanto, não salvam a situação do hospital. “Nós ainda estamos com dificuldade de encontrar verba para o pagamento do salário de dezembro e não temos previsão para o 13º. O que esperamos é a ajuda do Ministério da Saúde, já que a prefeitura disse que não tem condições de transferir mais recursos. Sem isso, não conseguimos suspender a paralisação temporária”, explicou Motta em entrevista à Banda B.

No dia 21, o Evangélico suspendeu os atendimentos para pacientes do Samu e Siate, além do agendamento de cirurgias eletivas – aquelas que podem ter uma data definida. A partir do dia 28, a instituição também deixou de realizar consultas ambulatoriais, exames laboratoriais e de imagem por tempo indeterminado.

“A suspensão continua, apenas as áreas de maternidade de alto risco e de queimados estão em funcionamento, assim como o atendimento aos pacientes que precisam de tratamento contínuo”, completou Motta.

Para chamar a atenção para o caso, funcionários do hospital marcaram um ato popular para as 13h de segunda-feira (5). A concentração deve acontecer em frente ao prédio da instituição, localizado na Alameda Augusto Stellfeld.

De acordo com Motta, ainda não há nenhuma decisão do Sindesc, sindicato dos trabalhadores, sobre uma eventual greve. “O que eu tenho de oficial é apenas o protesto e nós apoiamos o ato, já que toda manifestação é bem vida. Por enquanto, não há notícia nova sobre os repasses do governo federal. Já sobre a verba da gestão estadual, esperamos que ela esteja disponível ainda em dezembro”, concluiu.

Notícia relacionada