Da AEN

A Sanepar informa que nesta terça-feira (04) um serviço de manutenção pode afetar o fornecimento de água no bairro Cachoeira, em Curitiba, e dos bairros São Jorge/Cachoeira, Graziele e Colônia Prado, em Almirante Tamandaré. O serviço começa às 8h e a normalização do abastecimento está prevista para o início da manhã de quarta-feira (05).

Na quarta-feira (05), uma obra de melhoria pode afetar o abastecimento nos bairros Lagoa das Almas, Itaperuba, Pedro Machado, Jardim São João e Centro, em Contenda. O serviço começa às 9h e a normalização do abastecimento está prevista para o final da noite do mesmo dia.

Ainda, nesta quinta-feira (06) um serviço de manutenção pode afetar o fornecimento de água nos bairros Bigorrilho, Campina do Siqueira, Seminário, Batel e Mercês, em Curitiba. O serviço começa às 8 h e a normalização do abastecimento está prevista para o início da manhã da sexta-feira (07).

Clientes que não possuem caixa-d’água domiciliar podem ficar desabastecidos temporariamente. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

Em Campo Largo

As obras para interligar os reservatórios de água em Campo Largo podem afetar o abastecimento em alguns bairros da cidade a partir desta terça (4). A normalização no abastecimento deve ocorrer na quinta-feira (6).

Além das partes altas do Centro da cidade e do bairro Itaboa, também podem ter abastecimento comprometido: Águas Claras, Andreassa, Bom Jesus, Ferrari, Francisco Gorski, Jardim Denize, Jardim Esmeralda, Jardim Miranda, Lamback, Loteamento Bieda, Loteamento São Francisco, Moradias Bom Jesus, Nova Trento, Partênope, Populares Nova, Populares Velha, Ouro Preto, Ouro Verde, Residencial Tiqueto, Rivabem I e Rivabem II, Rua Ema Taner de Andrade, São Marcos e Vila Bancária.

Clientes que não possuem caixa-d’água domiciliar podem ficar desabastecidos temporariamente. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o cliente deve instalar caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades de seu imóvel por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

A Sanepar pede a colaboração de todos para que a população utilize a água apenas para serviços essenciais, evitando desperdícios.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula. Acompanhe mais informações pelo site www.sanepar.com.br, pelo twitter e pelo facebook.