Por Felipe Ribeiro e Marco Piza

Sem receber repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) há seis meses, o Hospital São Vicente da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) ameaça fechar as portas no próximo dia 30. De acordo com comunicado enviado aos funcionários nesta terça-feira (18), a administração diz que a sede Centro vem mantendo o funcionamento da sede CIC graças aos planos de saúde e as consultas particulares, o que administrativamente está ficando inviável.

saovicentecicFoto: Reprodução

Atualmente, o Hospital São Vicente CIC conta com 46 leitos. Os pacientes levados até lá são os atendidos em unidades de saúde que precisam de um leito de internamento. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, após o anúncio de que as portas seriam fechadas, a Prefeitura de Curitiba regularizou os pagamentos referentes ao mês de maio, mas desde então o débito já chega próximo aos R$ 2 milhões.

De acordo com uma funcionária que entrou em contato com a Banda B e não quis se identificar, eles não possuem salários atrasados, mas estão em um esforço coletivo para evitar que as portas sejam fechadas. “Já havia um plano para ampliar as vagas e agora recebemos essa notícia. Nessa semana o hospital já não está recebendo mais ninguém e dando alta para os 18 últimos pacientes”, informou.

Na última quarta-feira (12), o vereador Dirceu Moreira (PSL) já havia usado a tribuna da Câmara para alertar a população do fechamento da unidade. “Isso é muito grave. E por quê? Por falta de pagamentos desde janeiro deste ano. São repasses do governo federal que chegam à prefeitura para serem feitos às entidades da saúde. A instituição vai fechar para não falir a sede do Centro. Vivemos um momento crítico da saúde”, disse.

Segundo o comunicado, o prazo final para que seja depositado o valor referente ao SUS é o dia 27 de novembro. Caso não seja feito, o hospital fechará as portas no dia 30.

A Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba, que se disse que o anúncio surpreende a Secretaria Municipal de Saúde por ser completamente improcedente. Todos os meses a entidade recebe verbas referentes a serviços prestados por meio do SUS.

Desde janeiro foram repassados ao hospital mais de R$ 3,59 milhões. Somente no mês de novembro, o São Vicente CIC recebeu pagamentos de R$ 321 mil – sendo uma parcela de R$ 211 mil referente a incentivos do SUS, transferida no último dia 13, e R$ 110 mil sobre a produção hospitalar, pagos no último dia 17.

A Secretaria Municipal da Saúde reconhece a importância do Hospital São Vicente CIC na assistência hospitalar pública de Curitiba e trabalha junto ao Ministério da Saúde para ampliar o número de leitos do SUS na entidade, reconhecendo, no entanto, que se trata de uma decisão do próprio hospital aderir ou não à medida. Caso o São Vicente CIC opte de fato por desvincular-se do Sistema Único de Saúde, a Secretaria trabalhará prontamente para redistribuir os atendimentos feitos no local para outras instituições de Curitiba e região metropolitana de modo a não prejudicar a população.