Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

evangelicoFuncionários pararam as atividades devido aos salários atrasados (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

Pelo terceiro mês consecutivo, os funcionários do Hospital Evangélico, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, fecharam a rua na Praça Alfredo Andersen devido aos salários atrasados. Na manhã desta terça-feira (11), a greve acontece por parte dos funcionários nos serviços administrativos, de copa, cozinha, limpeza e segurança e também enfermagem. O pagamento deveria ter sido feito no último dia 7.

João Inácio trabalha na manutenção e espera por um ‘milagre’ para que a situação seja regularizada. “Todo mês a gente tem que parar para receber o que é nosso por direito. O quinto dia útil já passou e não vimos a cor do dinheiro. Falaram aqui que vai cair depois do dia 18, mas as contas vencem e vão ser juros em cima de juros”, lamentou.

A técnica enfermagem Clarisse dos Santos Batista trabalha há 20 anos no hospital e disse que nunca viu uma situação tão difícil quanto a deste ano. “Como vamos pagar as contas? Ontem tinha o pessoal da limpeza chorando porque não sabia como quitar as dívidas”, desabafou ela, ao lado da amiga Patrícia Fernandes, que tomou uma atitude mais drástica. “Estou cumprindo aviso prévio, para mim chega”, disse.

O sindicalista José Batalha estava presente na manifestação representando o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Curitiba e Região (Sindesc). Batalha afirmou que o hospital não pode mais se escorar na desculpa de ser filantrópico. “O Hospital Cajuru não tem fins lucrativos também e não apresenta esse tipo de problema. Estão tentando levar a sociedade na conversa”, opinou.

Resposta Evangélico

A Banda B entrou em contato com a assessoria de imprensa do Hospital Evangélico. Segundo a assessoria, os funcionários já foram previamente avisados que o salário neste mês de novembro acontecerá até o dia 20.

Abraço

Por conta do problema vivido no hospital, a direção lançou o “Abrace ao Evangélico”, para que o hospital recebe doações e saia da crise financeira vivida. Relembre na notícia relacionada abaixo:

Centenas de pessoas participam do ‘abraço’ ao Evangélico para ajudar hospital a sair de crise