Da Redação

Os bombeiros e policiais militares da Operação Verão 2014/2015 sofrem mais uma vez com o atraso do pagamento das diárias de hospedagem e alimentação no litoral do Paraná. Para protestar, eles realizaram, na noite deste sábado (7), uma manifestação no Centro de Guaratuba, praia paranaense. Segundo os servidores, o valor referente à segunda quinzena de janeiro ainda não foi depositado – o montante dos primeiros 15 dias do mês só foi pago após o dia 20.

diariasdentroBombeiros e policiais caminharam por Guaratuba com faixa de protesto (Foto: Thiere de Lima)

O registro fotográfico foi feito por Thiere de Lima, leitor do Portal da Banda B. No flagrante, os militares caminham por Guaratuba com faixas pedindo para que o governador Beto Richa (PSDB) quite o que deve aos servidores. Eles também ameaçam não trabalhar no Carnaval se o problema persistir.

Vai ser regularizado?

O secretário de Segurança Pública do Paraná, Fernando Francischini, informou na última quinta-feira (5) que a situação deve ser regularizada o mais rápido possível, o que até o momento não aconteceu.

“Por enquanto, não temos nenhuma novidade, mas esperamos que esse problema seja resolvido, porque os colegas do Litoral estão precisando muito”, disse Orélio Fontana Neto, presidente da Associação de Praças do Paraná (Apra-PR), à Banda B.

Caso o pagamento não seja feito até o início da próxima semana, a Apra-PR vai entrar na Justiça para que as diárias sejam pagas. Muitos dos trabalhadores que descem para as praias durante a operação moram no interior do estado. Nesta temporada, a ação começou no dia 18 de dezembro e segue até depois do Carnaval, em fevereiro.

Notícias Relacionadas:

Diárias de PMs e BMs da Operação Verão atrasam novamente; governo promete quitar dívidas

Sem diárias, bombeiros e PMs da Operação Verão pretendem ir à justiça contra o Estado