Por Elizangela Jubanski e Daniela Sevieri

Seis pessoas foram presas na noite desta segunda-feira (15) suspeitas de fazer arrastão a ônibus do transporte público em Curitiba. Eles foram detidos no bairro Tatuquara e estavam com dois veículos, utilizados no crime. Além de suspeitos em assaltar passageiros, o grupo ainda teria roubado pedestres.

De acordo com a Polícia Militar, os seis detidos foram pegos em uma única abordagem feita pelos policiais da Rocan do 13º BPM. Eles estavam em dois carros – um Celta vermelho e um Gol preto, na rua Pedro Prosdóscimo. A denúncia partiu de pedestres que acionaram a polícia dizendo que tinham sido assaltados pelos dois grupos.

Na abordagem, policiais encontraram os celulares das vítimas e um simulacro (arma de brinquedo). Uma garota de 19 anos e outros rapazes de 20 e 21 anos, que estavam no Celta, foram reconhecidos pelas vítimas. Segundo a polícia, o suspeito de 20 anos tinha sido detido recentemente, dia 6 de agosto, pelo mesmo crime e liberado por meio de uma audiência de custódia no dia 9. Já os outros três que estavam no Gol – de 19, 25 e 28 anos – são suspeitos também de roubos a pedestres na região. Com eles, tinha também celulares, um simulacro e vários bonés.

Pouco antes de serem presos, mais de 15 pessoas registraram Boletim de Ocorrência (BO) após terem sido vítimas de um arrastão dentro de um transporte coletivo na região. Segundo a polícia, as características e os carros relatados pelos passageiros apontam que os seis são suspeitos pelo arrastão.

Os seis presos ficarão à disposição da Justiça no 8º Distrito Policial. Quem foi vítima dessa quadrilha pode comparecer ao Distrito na avenida Presidente Wenceslau Braz, 3968, no bairro do Portão.