Quatro dias após o incêndio na Boate Kiss, 138 pessoas permanecem internadas em hospitais de Santa Maria, Porto Alegre, Canoas, Ijuí e Caxias do Sul. Desses, 87 continuam em unidades de tratamento intensivo (UTI), dos quais 11 já respiram sem a necessidade de ventilação mecânica.O restante dos internados (51) está em enfermarias ou em observação.

Os dados são da Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul.O hospital com maior número de pacientes internados em UTI, onde são tratados os casos mais graves, é o da Caridade, em Santa Maria, com 22 pacientes: 21 com ventilação mecânica. Na UTI do Hospital de Clínicas, em Porto Alegre, há 16 pacientes na UTI (14 com ventilação mecânica).

Oito hospitais da região metropolitana de Porto Alegre estão tratando os feridos. São 60 pacientes no total: três em enfermaria e 57 em UTI (desses, 48 com ventilação mecânica).Em Santa Maria, onde três hospitais atendem as vítimas do incêndio, há 76 feridos internados: 47 em enfermarias ou em observação e 29 em UTI (sendo 27 com ventilação mecânica).

Ainda há um paciente na enfermaria em Ijuí e um paciente em Caxias do Sul está na UTI, respirando com a ajuda de aparelhos.