A Sanepar iniciará na próxima semana os trabalhos de vistoria técnica ambiental em dez bairros de Ponta Grossa. No início do ano, os moradores já receberam a visita de orientação técnica para fazerem a interligação correta de suas casas à rede coletora de esgotos nos bairros que foram beneficiados pelas obras de ampliação do sistema. Ao todo, 3.573 imóveis serão visitados nos bairros Jardim Esplanada, Leila Maria, Monte Carlo, Jardim Paraíso, São Francisco, Centenário, Cinto Verde, Vila Nery, Cachoeira e Castanheiras.

Segundo o gerente regional da Sanepar, Marcos Roberto Santos, durante as vistorias os agentes socioambientais irão conferir itens como a instalação de caixa de retenção de gordura para pia de cozinha, a destinação correta da água da chuva para a galeria pluvial, o aterramento de fossas e, ainda, se as águas servidas do banheiro, lavanderia e cozinha estão ligadas corretamente à rede coletora. “Nos casos em que forem detectados problemas, o morador terá prazo de 30 dias para fazer as adequações necessárias”, explica.

Para Anita Lino Maciel, moradora do Jardim Esplanada, a rede de esgotos traz conforto porque evita incômodos com fossa, como era antigamente. “Assim que a Sanepar autorizou a liberação, corremos para interligar nossa casa”, disse. Os agentes que farão as vistorias podem ser identificados pelo uso de crachá e camiseta com a inscrição “a serviço da Sanepar”.

Conforme determina o Código Sanitário Estadual, é obrigatória a ligação de todos os prédios residenciais, comerciais e industriais localizados em áreas servidas por sistema de coleta de esgoto. O lançamento indevido do esgoto doméstico provoca mau cheiro, poluição, proliferação de insetos e favorece o surgimento de doenças pelo contato com a água poluída.

Em caso de dúvida, os clientes podem entrar em contato com a Sanepar pelo telefone 115, pelo site www.sanepar.com.br ou diretamente no escritório de atendimento, na Avenida Balduíno Taques, 1150, em Ponta Grossa.