A Sanepar investirá R$ 2,1 bilhões nos próximos três anos na ampliação de seus sistemas de água, coleta e tratamento de esgoto nos 345 municípios onde está presente no Paraná. O programa, aprovado pelo Conselho de Administração da companhia, prevê investimentos de R$ 801,8 milhões em 2013, R$ 754,2 milhões em 2014 e de R$ 566,1 milhões em 2015.

“Recuperamos a capacidade de investimentos, temos projetos muito bem definidos e uma equipe de empregados motivada, o que nos permitirá seguir, firmes, rumo à universalização do saneamento no Paraná”, afirma o presidente da Sanepar, Antônio Hallage.

Nos últimos dois anos, a Sanepar ampliou em cinco mil quilômetros suas redes de água e esgoto e construiu 18 estações de tratamento no estado. Só no ano passado, foram 228 obras de médio e grande porte entregues no Paraná.

Criada em 23 de janeiro de 1963, a Sanepar é referência em saneamento no Brasil. “Os números de investimentos sustentam a posição de destaque da empresa, que hoje ostenta alguns dos melhores indicadores em saneamento do país”, disse o governador Beto Richa, que participou das comemorações dos 50 anos de fundação da companhia.

Só no ano passado, a estatal investiu R$ 450 milhões, integrando mais 105 mil famílias ao sistema de coleta de esgoto, ultrapassando o índice de 62% dos imóveis do Estado atendidos com coleta e tratamento do esgoto doméstico. Além disso, mais de 90 mil ligações foram implantadas no sistema de água tratada.

Entre as capitais, Curitiba é a que apresenta os melhores índices de cobertura de sistema de saneamento. O Paraná também abriga a segunda cidade com o melhor saneamento do Brasil: Maringá. Outras grandes cidades paranaenses ocupam lugar de destaque no cenário nacional, como Londrina, Cascavel, Foz do Iguaçu e Ponta Grossa. Todas são atendidas pela Sanepar.