Por Felipe Ribeiro

A deputada federal Rosane Ferreira (PV) deixou em aberto nesta quinta-feira (1°) a possibilidade de disputar o Palácio Iguaçu nas eleições de outubro e garantiu ter o apoio de Marina Silva (PSB) caso decida disputar o cargo. Em entrevista ao radialista Luiz Carlos Martins, Rosane disse que não pretende concorrer as eleições para a Assembleia Legislativa ou para a Câmara dos Deputados novamente, mas que quer sim poder contribuir com o debate eleitoral.

rosaneferreira

Foto: Divulgação

“Estamos nos organizando para esta candidatura. Minha maior contribuição para eleger um deputado federal do meu partido seria disputando essas eleições. Sou uma moradora da região metropolitana de Curitiba, conheço as dificuldades enfrentadas pelos paranaenses e quero ter a chance de levar isso ao embate eleitoral”, disse.

Segundo Rosane, são vários os problemas que ela não concorda no comando do Palácio Iguaçu, mas que a Sanepar é um dos pontos que lhe causa maior preocupação. “Eu não suporto a relação da Sanepar com o povo do Paraná. Não é possível que uma empresa que divulga os lucros que divulga e mantém nossos rios agonizando. Ela precisa ser uma empresa forte e a serviço dos paranaenses”, comentou.

Por fim, ela falou das dificuldades que enfrentaria caso decidisse participar do pleito, mas garantiu começar com o forte apoio da pré-candidata à vice-presidência da República, Marina Silva. “Se decidirmos ir para a eleição, o tempo de TV seria muito pequeno, mas estamos prontos. Eu tenho coragem de ir ao debate e teria o apoio da Marina, a qual eu ainda lamento ter deixado o nosso partido”, concluiu.