O governador Beto Richa destacou nesta sexta-feira (19/04) a importância do apoio do Estado para o desenvolvimento da produção agropecuária. Durante agenda em municípios da região Oeste, Richa repassou recursos para a compra de calcário para atender pequenos agricultores e fez a entrega de dois conjuntos de equipamentos do programa Patrulha do Campo, para readequação de estradas rurais. As prefeituras também receberam recursos para a compra de óleo diesel.

“É a atividade agrícola que sustenta a economia da maioria das cidades paranaenses, principalmente as pequenas. Queremos ajudar as prefeituras no esforço de apoiar os produtores e de melhorar as condições das estradas rurais, para dar mais segurança e qualidade ao escoamento da produção e ao transporte escolar”, afirmou Beto Richa.

Hoje, o governador Beto Richa esteve em Cascavel, Três Barras do Paraná, Catanduvas, completando um roteiro iniciado por Toledo, Guaraniaçu, Espigão Alto do Iguaçu e Quedas do Iguaçu, na quinta-feira. “Tenho visitado cidades de todas as regiões do Paraná para conhecer as demandas locais. Assim, o governo pode trabalhar para suprir as necessidades de acordo com cada realidade”, disse.

Os maquinários das Patrulhas do Campo foram entregues para os consórcios Piquiriguaçu (Catanduvas, Diamante do Sul, Campo Bonito, Ibema e Guaraniaçu) e o Procaxias (Boa Esperança do Sul, Boa Vista da Aparecida, Capitão Leônidas Marques, Cruzeiro do Iguaçu, Nova Prata do Iguaçu, Quedas do Iguaçu, Salto do Lontra, São Jorge do Oeste, Três Barras do Paraná).

O prefeito de Boa Esperança, Claudemir Freitas, presidente do Consórcio Procaxias, disse que a Patrulha do Campo beneficia diretamente a populaçãoe melhora a vida dos produtores. “O governo tem sido grande parceiro dos pequenos municípios”, disse ele. A patrulha ficará 13 dias em cada município, iniciando por Capitão Leônidas Marques, numa divisão feita por sorteio. “Com as fortes chuvas, as nossas estradas rurais estão intransitáveis. Com os equipamentos, vamos resolver o problema”, avaliou o prefeito de Diamante do Sul, Darci Tirelli.

Para o agricultor Luir Foscarini, de Três Barras do Paraná, as medidas anunciadas pelo governador são verdadeira benção. “Os investimentos mostram que o Governo do Estado está incentivando o trabalho do pequeno produtor”, disse Foscarini, que produz soja e milho. A patrulha do campo, segundo ele, é uma grande ação do governo. “Não me lembro de investimento tão grande nas estradas da região”, afirmou.

PATRULHAS – Com o programa, o governo repassa a municípios organizados em consórcios, máquinas e equipamentos especializados para obras de manutenção, conservação e adequação das vias: escavadeira, trator de esteira, motoniveladora, pá-carregadeira, rolo compactador, caminhão-comboio, carreta para as máquinas e cinco caminhões basculantes.

As patrulhas trabalham sob a supervisão de um técnico agrícola. Na primeira fase do programa serão entregues 30 patrulhas. Até 2014, a meta é disponibilizar 60 conjuntos de equipamentos. Inicialmente, o programa atenderá cerca de 200 municípios, com o aporte de R$ 110 milhões.

DIESEL – A liberação de recursos para as prefeituras comprarem óleo diesel é outra forma de apoio do Estado para a recuperação de estradas rurais. O insumo é usado nas máquinas de patrolamento já existentes nos municípios. As obras envolvem a recuperação do leito, drenagem e cascalhamento para a recuperação da trafegabilidade.

No ano passado, foram repassados R$ 5,6 milhões aos municípios para compra de óleo diesel. Para esse programa, os recursos são transferidos mediante apresentação, pelo município, de projeto técnico viável e de toda a documentação exigida das prefeituras, conforme determina o Tribunal de Contas. Richa garantiu R$ 263 mil para os municípios do Oeste.

CALCÁRIO – Nesta semana, o governador repassou R$ 872 mil para aquisição de calcário para as prefeituras de Cascavel, Catanduvas, Espigão do Iguaçu, Guaraniaçu, Matelândia, Quedas do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu, Serranópolis do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu e Três Barras do Paraná.

O calcário é aplicado para corrigir a acidez do solo. No total, o Estado irá repassar R$ 33,3 milhões neste ano para que prefeituras comprem calcário e distribuam o insumo para agricultores familiares. Os recursos são suficientes para aquisição de 350 mil toneladas do insumo e deverão beneficiar 35 mil pequenas propriedades.

“O volume deste ano representa cerca de 8% da produção anual de calcário do Paraná e 12% do consumo anual do insumo no Estado”, informa o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara. O objetivo é firmar convênio com as prefeituras antes do plantio da safra 2013/2014.

O recurso integra o programa de Apoio ao Manejo e Fertilidade dos Solos, executado pela Secretaria da Agricultura e Abastecimento e Instituto Emater. O programa estava parado há mais de oito anos. Em 2011, o Governo do Estado retomou o programa e liberou R$ 5 milhões para a compra de calcário. No ano seguinte, repassou mais R$ 7 milhões.