O governador Beto Richa entregou nesta terça-feira (23/04) a sede da 4ª Companhia do 22º Batalhão da Polícia Militar, em Campina Grande do Sul. A unidade, que tem um efetivo de 60 homens, atenderá Bocaiúva do Sul, Adrianópolis e Tunas do Paraná, na Região Metropolitana de Curitiba.

“Reforçar o policiamento e garantir a segurança é uma prioridade dos paranaenses. Então, é prioridade do governo do Estado, também”, afirmou Richa, em solenidade que teve a participação do prefeito Luiz Carlos Assunção e lideranças da região. “Atendemos uma grande reivindicação dos municípios”, completou o governador.

“O novo batalhão da PM em Colombo, inaugurado recentemente, garantiu a redução de 20% nos homicídios na região”, informou Richa. Ele ressaltou, ainda, a construção, junto com o governo federal, de 14 presídios para desafogar as cadeias, e a retomada dos módulos policiais, garantindo sensação de segurança às pessoas.

No mesmo encontro, Richa entregou uma viatura policial para Campina Grande do Sul e anunciou a construção de mais três Unidades da Saúde da Família – uma na cidade e duas na área rural do município. O investimento é de mais de R$ 1 milhão. Foram entregues equipamentos para o Hospital Angelina Caron e anunciados mais R$ 1,22 milhão para obras de pavimentação e de recape asfáltico.

SEGURANÇA – A instalação da sede da 4ª Cia da PM é uma parceria com o município, que doou o terreno e fez a obra, e o Governo do Estado, que entra com o efetivo, armamento, equipamentos, mobiliário e viaturas.

O prefeito Luiz Carlos Assunção agradeceu ao governador pela iniciativa. “Segurança é a reivindicação mais forte da nossa cidade, que tem extensão territorial muito grande e é cortada pela BR- 116”, disse ele. “A rodovia é a porta de entrada para drogas e criminalidade. Com Companhia vamos resgatar a segurança da população. Precisávamos urgentemente de uma unidade como essa”, afirmou ele.

O comandante da unidade, capitão José Micrute, disse que o aumento do efetivo e o melhor aparelhamento da polícia são conquistas dos municípios e atende uma grande necessidade. “Vamos iniciar diversas operações policiais para combater a criminalidade”, afirmou o capitão.

Vilson Zhettie, 44 anos, morador do Jardim Paulista, disse que com a criação da Companhia da PM a população terá mais segurança. “Com o aumento do efetivo policial e de viaturas teremos mais sensação de segurança, vamos ver o trabalho da polícia na rua, que é o mais importante”, disse ele.

Luiz Carlos Bandeira, 52 anos, morador do Jardim Diamante, ressaltou que a Companhia está bem localizada. “Daqui, o acesso é fácil para diversos bairros e para outros municipios. A resposta da polícia será rápida”, afirmou ele.

O governador Beto Richa ressaltou que o Estado está investindo para dar melhores condições para os policiais na missão de proteger o cidadão. “O governo tem construído batalhões, adquirido equipamentos e ampliado o efetivo”, disse ele. O Paraná realizou o maior concurso da sua história para contratação de 3.120 novos policiais militares e já abriu novo concurso, para contratação de mais 5.400 policiais. Além disso, adquiriu 1.500 viaturas.

SAÚDE – Além das três novas unidades da Saúde da Família, o governador também entregou, para o Hospital Angelina Caron, uma série de equipamentos, entre eles autoclave e bisturi eletrônico, no valor de mais de R$ 100 mil. “O Hospital Angelina Caron faz um trabalho de excelência, com profissionais entre os mais qualificados do Estado”, afirmou o governador.

O diretor-presidente do hospital, Marco Caron, disse que os equipamentos eram muito esperados. “São equipamentos importantes para aperfeiçoar o atendimento do hospital. O apoio do governo estadual é fundamental. Temos um excelente convênio com o Estado”, afirmou ele.

DESENVOLVIMENTO URBANO – Os recursos de R$ 1,22 milhão anunciados pelo governador nesta terça-feira para mais obras de pavimentação e de recape asfáltico, se somam a outros montantes repassados nos dois primeiros anos do governo para melhoria da infraestrutura urbana do município.

Em 2011 e 2012 foram destinados R$ 4,7 milhões para recape dia vias em diversos bairros e mais R$ 1,7 milhão para uma série de equipamentos, como caminhão coletor, compactador de lixo, rolo compactador e caçamba basculante, no valor de R$ 1,7 milhão.