O governador Beto Richa assinará nessa quarta-feira (08) as ordens de serviço para a construção do novo prédio do Colégio Yvone Pimentel, em Curitiba, e para ampliação e reforma de outras duas escolas na região Oeste do Estado. O investimento de mais de R$ 8,5 milhões vai beneficiar cerca de três mil estudantes.

As obras começam nesta semana e vão melhorar a qualidade de ensino e oferecer mais conforto também para professores e funcionários. “São escolas que ficaram muito tempo sem receber a devida atenção, o que acabou comprometendo a infraestrutura. Estamos investindo na recuperação e na revitalização destas e muitas outras unidades em vários municípios”, destaca o governador.

Em Curitiba, será reconstruído o novo prédio do Colégio Estadual Yvone Pimentel, no bairro Novo Mundo. A obra de R$ 5 milhões é aguardada pela comunidade escolar há mais de sete anos. “Estamos muito felizes. Essa nova escola vai aumentar ainda mais a qualidade da educação que oferecemos aos alunos”, disse a diretora Adriana Kampa.

O colégio será totalmente reconstruído seguindo um projeto decidido em conjunto pela comunidade e a Secretaria de Estado da Educação. A nova escola terá 19 salas de aula com capacidade para atender cerca de 2 mil alunos. Também será construído na unidade o Centro de Atendimento Especializado na Área de Surdez (Caes).

OESTE – No município de Palotina, na região Oeste, o Colégio Agrícola Estadual Adroaldo Augusto Colombo será ampliado com a construção de três novos laboratórios para os cursos técnicos de agroindústria de leite, carne e vegetal, além de um alojamento masculino com capacidade para atender 80 estudantes.

Com a ampliação a escola vai mais que dobrar o número de alunos atendidos em regime de internato, passando de 70 para 150 estudantes. O colégio também terá reformas na cozinha, refeitório e banheiros, totalizando um investimento de R$ 3 milhões.

“Essa melhoria representa melhores condições de trabalho, o que vai refletir no aproveitamento pedagógico. Os estudantes terão laboratórios mais apropriados e mais conforto”, disse Glauco Torino, diretor do colégio agrícola.

Na mesma região, no município de Jesuítas, o Colégio Estadual Barão do Rio Branco, vai passar por reforma geral em todo o prédio. Serão trocadas as redes elétrica e hidráulica, pisos, janelas e portas. A escola vai receber também pintura nova, rampa de acessibilidade e pista tátil para alunos cegos. A reforma totaliza um investimento de R$ 600 mil.

INFRAESTRUTURA – Neste ano, o governo estadual investirá R$ 500 milhões em construções, reformas, ampliações de escolas e implantações de quadras poliesportivas em todo o Paraná. Em 2013 serão construídas em 70 novas escolas e 35 já estão em construção. Entre 2011 e 2012 foram entregues 24 unidades novas.

Além da construção das 70 unidades, o governo estadual conta com um programa para a reforma de 1,8 mil escolas, desde pequenos reparos até grandes revitalizações, com investimento de R$ 620 milhões.