O governador Beto Richa (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (9) que o subsídio ao transporte coletivo de Curitiba e Região Metropolitana está mantido. Serão repassados à prefeitura R$ 40 milhões para a integração entre as cidades. Com isto, a tarifa de R$ 2,85 será mantida. O anúncio oficial deverá ser feito até o início da semana que vem.

“São R$ 23 milhões com a isenção do ICMS sobre o óleo diesel e agora mais R$ 40 milhões, que juntos somaram R$ 63 milhões ao subsídio. Espero que este valor seja diretamente colocado no que é pago pelos passageiros”, disse Richa.

Na semana passada, ainda sem o problema resolvido, o prefeito Gustavo Fruet (PDT) decidiu manter o subsídio por um mês com gastos da Prefeitura de Curitiba. A declaração dada hoje por Richa parece ter resolvido o impasse entre administração estadual e municipal, faltando apenas oficializar.